.:Disclaimer:.

Diário pessoal de uma professora recém-formada e admitida. Quem me conhece sabe como foi a luta para realizar meu sonho de lecionar. E agora que ingressei no mundo do magistério, vou contar os meus acertos e tropeços, minhas experiências e impressões.

Sem essa de diário de classe, aqui o diário é outro! Professora: Mode On, o meu Diário de Bordo.
;p Sejam bem vindos ao meu louco mundo!

Quem sou eu? Professora Raquel. Para os alunos "Prô", para os mais íntimos "Xuh", para os amigos "Quel", para a família "Raks", para você que não me conhece, prazer.

.:Visitas:.

.:Riscos no Quadro:.

"Feliz aquele que transmite o que sabe e aprende o que ensina".
Cora Coralina.

"O homem chega à sua maturidade quando encara a vida com a mesma seriedade que uma criança encara uma brincadeira".
Friedrich Nietzsche

.:Temporize-se:.

.::Mais Vistos::.

Tecnologia do Blogger.

.:Divirta-se:.

.:Criaturas Pedagógicas:.

Hoje tive uma surpresa: Vieram relativamente poucos alunos. Oportunidade igual a essa não é sempre que a gente tem. Não entendo como tem quem ache natural a superlotação nas salas de aula, onde a qualidade de ensino nem é lembrada da existência. Percebo como rendo mais e me incomodo menos com determinadas atitudes das crianças quando tem um número como o de hoje de presenças. Vinte, de trinta e cinco, estavam presentes... 
Parafraseando, é ou não é um presente atrasado de dia dos professores? Sim, porque como eu não estava com sala nesta data lindíssima e super justa, eu não ganhei nada. Para não dizer que não ganhei nada, ganhei uma homenagem, mas isso todas os professores da minha escola ganharam. Um palco, uma capa e uma coroa de rainha, uma faixa de "Professor nota 1000" e uma pagação de mico na frente de todos.
Aproveitando a oportunidade única de ter poucas crianças na minha sala, enfim, resolvi dar aquela atividade dos anjinhos. E como já estavam pintados, resolvi revolucionar a minha mente: Deixei eles colarem o algodão nas asinhas e nas nuvens e para a minha surpresa, ficaram lindos! Sim, eu subestimei um pouco, mas não foi por mal. Quando a sala lota, ninguém quer fazer nada, só querem saber de conversar e pegar brinquedos escondido. E, para completar, como sabem que têm de entregar alguma atividade pronta, eles sacaneiam e fazem de qualquer jeito. É verdade, são sacanas também, acreditem!


Após a cola secar, foi hora de distribuir os anjinhos pela sala. Com os papais noéis também prontos, resolvi montá-los feito mosaico em forma de árvore de natal na parede de fora da sala... 

Vocês devem imaginar a alegria das crianças vendo seus trabalhos enfeitando a escola, né? 

Últimas palavrinhas da prô:
da prô: E esta foi mais uma passagem da minha vida de professora. Às vezes, acertando, outras errando... E você? O que pensa sobre o que acabei de escrever? Sinta-se a vontade para responder a esta pergunta. Vou esperar por ela. E não se esqueça: Se gostou do meu cantinho, siga o blog, poste no mural e volte sempre!

.:Promova Também:.